Pesquisar
    

BLOG

Como realizar o controle de qualidade na indústria?

Fazer o controle de qualidade em processos industriais é essencial, pois ele identifica defeitos e inconformidades no produto, impedindo que isso chegue até o cliente. Garantindo que o produto chegue ao mercado dentro do padrão de excelência pré-estabelecido.

O controle de qualidade bem aplicado, a longo prazo, gera crescimento e rentabilidade ao negócio, uma vez que reduz os desperdícios.

Mas como realizar um controle de qualidade na indústria que, de fato, seja eficiente? Para esclarecer suas dúvidas, preparamos neste conteúdo dicas que irão ajudá-lo nesta tarefa. Confira! 

Quais os riscos da falta de controle de qualidade na indústria? 

O controle de qualidade na indústria faz parte de todas as etapas do processo, ou seja, vai desde o recebimento das matérias para a produção, quando é necessário realizar testes, análises e inspeções até o armazenamento do produto acabado. 

Tudo isso é necessário para certificar que a qualidade do material entregue atende às especificações solicitadas, já que falhas podem ocorrer em qualquer etapa da produção.

Quando esse controle de qualidade não é eficaz acarreta em diversos prejuízos e problemas como:   

  • Necessidade de recall;
  • Devolução ou manutenção durante o tempo de garantia do produto;
  • Mercadoria com qualidade inferior à prometida;

Além disso, esses fatores podem afetar, ainda, a imagem da empresa. Por isso, é importante adotar algumas práticas nas indústrias, independente do segmento, para ajudar os gestores a obterem melhores resultados. 

Confira as dicas para um controle de qualidade eficaz 

Apesar de se falar bastante sobre controle de qualidade e sua importância, ainda existem muitas dúvidas sobre como aplicá-las na prática, no dia a dia de trabalho na linha de produção. 

Sendo assim, separamos algumas dicas que podem contribuir para reduzir custos e garantir a produção de produtos com mais qualidade. São elas: 

Estabeleça processos claros e bem definidos

Os funcionários devem estar atualizados e orientados quanto às mudanças e as melhores práticas a serem adotadas nas linhas de produção, por isso é importante que seja estabelecido um passo a passo de como os processos devem ser realizados.

Portanto, é necessário que esses processos sejam escritos em Instruções de Trabalho (IT) ou em Procedimento Operacional Padrão (POP). Caso tenha dúvidas, para montar sua estrutura, na internet há vários sites que disponibilizam modelos desses documentos e que podem ser baixados gratuitamente. 

Priorize matérias primas de qualidade

É preciso se certificar de que as matérias primas sejam de qualidade e uma excelente maneira de garantir isso, é verificando se a empresa fornecedora possui algum certificado de qualidade, como ISO 9001, se está devidamente registrada em órgãos como a Anvisa e se segue as recomendações do Inmetro.

Afinal, uma única falha pode impactar negativamente a satisfação do cliente e trazer diversos prejuízos para o seu negócio.

Esteja sempre em acordo com a legislação específica do seu segmento

Antes de pensar em qualquer ação relacionada ao controle de qualidade, é necessário se atentar às normas regulatórias e o que pede a legislação do seu segmento.

As normas regulamentadoras (NR), as Resoluções da Diretoria Colegiada (RDC), bem como as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), são os principais documentos que devem ser lidos e servirão de base para estabelecer um plano de adequação ou melhoria.

Quando se fala em controle de qualidade é praticamente impossível não mencionar a ISO 9000. A norma consiste em uma série de padrões internacionais que tem como objetivo estabelecer requisitos e recomendações de como as operações de gerenciamento devem ser conduzidas em uma empresa.

Ofereça capacitações 

Outro ponto fundamental para garantir a qualidade na fabricação dos produtos é o treinamento e capacitação das equipes.

Implante um programa de formação continuada com capacitações técnicas e teóricas, priorizando aspectos que mais possam representar riscos de falha. Também é importante realizar avaliações desses treinamentos e reciclagem, caso seja necessário.

Assim, além de melhorar a qualidade no trabalho, há crescimento profissional e valorização da equipe.

Mantenha uma comunicação clara

Manter um nível de comunicação clara e efetiva com todos os profissionais envolvidos, para que tenham ciência sobre o que está sendo feito e porquê também é uma medida que ajuda a reduzir erros e garantir mais qualidade ao produto. 

Além de informar sobre decisões estratégicas da empresa, é importante que também sejam comunicadas mudanças de processo e necessidades de ajustes e que seja aberto um canal de diálogo para que os colaboradores possam comunicar erros e sugerir melhorias.

Esse também é o momento de dar feedbacks e elogiar aqueles que fazem parte dos processos essenciais, visando além da otimização dos processos e redução de custos, a motivação de todos os envolvidos .

Foque na Satisfação do Cliente

O controle de qualidade tem como objetivo principal garantir a satisfação dos clientes, então é preciso estar atento ao que ele deseja. 

Conheça seu cliente, realizando pesquisas de satisfação e mantendo caminhos abertos para feedback, como sites e redes sociais, deixando-os à vontade para dar relatos quanto ao atendimento e a qualidade do produto ou serviço. 

Afinal a área de qualidade precisa estar alinhada à área de desenvolvimento e produção e somente dessa forma será possível projetar ou adaptar os produtos às necessidades dos clientes e você saberá se as suas estratégias de controle realmente funcionam.

Estabeleça pontos de controle

Os pontos de controle são qualquer operação ou procedimento que pode ter suas falhas controladas com o uso de ações preventivas.

Faça um mapeamento definindo as etapas que têm maior risco de ocorrência de problemas, pois elas devem receber atenção redobrada para que o padrão de qualidade desejado seja mantido.

Sempre que um erro for identificado ou comunicado, é imprescindível que este seja corrigido o mais rápido possível. 

Avise a todos os envolvidos sobre o erro e veja que medida corretiva ou paliativa pode ser adotada de imediato.

Para certificar-se de que todos os critérios relevantes estão sendo avaliados, elabore um checklist de auditoria interna a partir do qual poderão ser avaliados itens de todas as etapas do processo produtivo, desde a compra das matérias-primas até a avaliação de amostragem dos produtos finalizados

Invista em equipamentos que controlem a umidade

É importante que o ambiente esteja em condições ideais, observando as necessidades do  processo e as apontadas em legislação e evitando não-conformidades em auditorias.

Investir em equipamentos que controlam a umidade, sobretudo em desumidificadores de ar industriais, ajudam a manter o ar em níveis adequados para seu processo, produtos e equipamentos.

Como a Bry-Air pode ajudar no controle de umidade?

Para resolver o problema da umidade que afeta diversos segmentos industriais, a Bry-Air conta com linhas de desumidificadores industriais compactos que atendem a ambientes de tamanhos variados que atendem os diferentes tipos de necessidades industriais. 

A Bry-Air é líder mundial em controle de umidade há quase 60 anos e conta em seu portfólio de produtos com a solução ideal para os problemas de umidade nas indústrias.

Clique aqui e entre em contato com um de nossos consultores para que possamos auxiliar na identificação do equipamento ideal para o seu negócio.

Nós usamos cookies para personalizar anúncios, melhorar sua experiência no site, desempenho e segurança. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.