Pesquisar
    

BLOG

Saiba quais as condições ideais em câmaras frigoríficas e centros logísticos frigorificados

O controle de umidade em câmaras frigoríficas e centros logísticos frigorificados evita a formação de gelo, fator que traz riscos e prejuízos à empresa.

Você sabia que a umidade é um dos principais problemas das câmaras frigoríficas e centros logísticos? Pode parecer contraditório imaginar que um local com temperaturas tão baixas não tenha água e (consequentemente) gelo, mas é exatamente isso que deve ocorrer.

Ao contrário dos refrigeradores domésticos, onde os alimentos são conservados em espaços com concentração de gelo, nos frigoríficos industriais a umidade pode trazer alguns riscos, tanto para o funcionamento dos equipamentos quanto para a segurança do trabalhador.

Para evitar que esses (e outros) problemas ocorram, é necessário que haja um controle rigoroso do nível de umidade presente no local. Veja neste artigo como é possível realizar o controle de umidade de forma efetiva e evitar prejuízos para a indústria de congelados.

Entenda como ocorre a entrada de umidade em câmaras frigoríficas industriais

Na etapa do projeto das câmaras frigoríficas industriais, o desafio mais comum é como evitar que o gelo se acumule nos evaporadores, nas esteiras, nas câmaras frigoríficas e no piso. Isso acontece devido à infiltração de umidade do ar que entra quando as portas da doca e da câmara fria são abertas.

Quando se trata de uma câmara ativa, com armazenamento dinâmico e circulação constante de pessoas, é inevitável que a abertura de portas ocorra várias vezes ao dia.

A infiltração de ar representa 90% da umidade total presente na câmara fria.

Além disso, diversas zonas de temperatura costumam ser criadas dentro do mesmo armazém a fim de armazenar produtos que exigem temperaturas diferentes. Nesse caso, o choque entre a temperatura do local e a temperatura do ar úmido (ar externo) provoca o ponto de orvalho, que gera a névoa e o acúmulo de gelo nas superfícies.

Quais são os principais problemas causados pela umidade nas câmaras frigoríficas industriais

A umidade na câmara fria pode trazer alguns riscos ao produto, ao equipamento e às condições de segurança dos profissionais. Veja a seguir quais são os principais problemas:

  • Pisos molhados e acúmulo de gelo, deixando o chão escorregadio e perigoso;
  • Névoa na doca de carregamento, comprometendo a visão dos profissionais;
  • Caixas de papelão moles e instáveis devido à umidade, tornando-se mais um fator de risco aos profissionais;
  • Espaço de armazenamento reduzido, considerando o gelo que vai se acumulando;
  • Acúmulo de gelo no evaporador, prejudicando o funcionamento do motor;
  • Redução da eficiência de refrigeração devido às cargas de vapor de água e à obstrução da circulação de ar do evaporador;
  • Custos de degelo para manutenção;
  • Necessidade de desligamentos frequentes, prejudicando as operações da empresa.

Condições ideais para o controle de umidade em câmaras frigoríficas industriais

Como é inevitável que ocorra a abertura das portas e a circulação de pessoas em câmaras frigoríficas ativas, o ideal é que haja um controle da umidade nesse espaço.

Nesse sentido, a condição ideal é que sejam instalados desumidificadores de ar em pontos estratégicos do armazém frigorífico a fim de controlar o nível de umidade em cada ponto de entrada de ar, considerando a temperatura mantida em cada espaço.

Na imagem abaixo, há o exemplo de um armazém frigorífico com duas câmaras frigoríficas: uma de armazenamento de sorvete e outra de doces.

Como é possível observar, a umidade que se origina da entrada de ar externo pode ser minimizada quando se introduz ar desumidificado na área da doca de carregamento e próximo às portas das câmaras frias. Com isso, evita-se que a umidade entre diretamente para as câmaras.

Benefícios da desumidificação nas câmaras frigoríficas industriais

São inúmeros os benefícios operacionais e financeiros provenientes do controle de umidade nas câmaras frigoríficas. Veja quais são os mais significativos:

  • Diminuição da formação de gelo;
  • Redução de acidentes de trabalho devido a escorregões, quedas e movimentação de pallets por causa de pisos molhados ou com gelo;
  • Redução do tempo de degelo dos evaporadores das câmaras frias.

Bry-Air: solução em desumidificação em câmaras frigoríficas industriais

A Bry-Air Brasil tem em seu portfólio de produtos a solução ideal para os problemas de umidade nas câmaras frigoríficas: a linha FFB de desumidificadores industriais.

Com os desumidificadores dessa linha, é possível programar o equipamento para manter os diferentes níveis de umidade necessários em cada área do armazém frigorífico, com a vantagem de economizar em até 20% do consumo de energia elétrica em comparação com os demais desumidificadores encontrados no mercado.

Confira mais detalhes da linha Série FFB Bry-Air e converse com um dos nossos especialistas e tire suas dúvidas.

Nós usamos cookies para personalizar anúncios, melhorar sua experiência no site, desempenho e segurança. Para saber mais acesse nossa Política de Privacidade.