Assistência Técnica & Suporte →

NOTÍCIAS

Entrevista Sr. Deepak Pahwa, diretor geral Bry-Air

Para Deepak Pahwa, diretor geral da Bry-Air (Asia), devido à facilidade de inserção da empresa em diversos setores do mercado, o impacto da pandemia foi menor quando comparado a outros segmentos.  

“Certamente, de início a pandemia ocasionou um impacto no bom andamento dos negócios, mas a Bry-Air atravessou este período de forma suave por vários motivos – sendo principal o fator de que estamos inseridos em diversos setores industriais.” Sr. Deepak Pahwa, Diretor Bry Air.

A seguir, leia a entrevista que o Sr. Pahwa concedeu à revista The Economics Times Polymers (Edição Dez/20-Jan/21) sobre como a Bry-Air e o mercado de desumidificadores estão se adaptando às mudanças causadas pela crise sanitária mundial.

Você diria que a pandemia Covid-19 foi o teste de liderança mais difícil para você?

Certamente, de início a pandemia ocasionou um impacto no bom andamento dos negócios, mas a Bry-Air atravessou este período de forma suave por vários motivos – sendo principal o fato de que estamos inseridos em diversos setores industriais. Por isso, não enfrentamos um desafio tão grande sendo possível superá-lo mais rapidamente. Estabelecemos uma linha de suporte de serviços 24 horas para nossos clientes na Índia e internacionais, o que manteve o fluxo de trabalho constante.

Nossos funcionários foram os primeiros a se unir e trazer à tona as melhores qualidades do trabalho em equipe em um momento tão crucial. Embora nossos líderes garantissem que suas equipes funcionassem adequadamente mesmo com a “barreira” do distanciamento físico, uma vez que as unidades de produção tivessem autorização do governo para serem reabertas, tudo funcionou normalmente para nós.

No momento, a maior parte de nossa equipe está de volta ao escritório e estamos em plena atividade, é claro, com todas as medidas de segurança em vigor para impedir a propagação de vírus. Uma coisa que percebemos durante essa crise é que o futuro pertence às pessoas que podem realizar várias tarefas ao mesmo tempo, se adaptar, requalificar e serem produtivas. Enquanto a incerteza veio para ficar, o que é necessário é nos orientar para a nova realidade e nos adaptar de acordo.

Como a pandemia impactou seus negócios e operações em geral? Como você lidou com o mesmo?

Como mencionei anteriormente, o impacto nos negócios foi muito pequeno em comparação com o que algumas das outras empresas enfrentaram na Índia. Embora a setores de fabricação e fornecimento tenham sofrido atrasos por algum tempo, essa crise ajudou nosso negócio de várias maneiras.

Por exemplo, a consciência sobre as soluções de desumidificação é limitada. No entanto, durante a pandemia, quando todos foram aconselhados a ficar em casa, o bom funcionamento dos armazéns, centros de dados, refrigeração e outras necessidades semelhantes tornaram-se uma necessidade. Isso resultou em uma maior conscientização entre várias empresas indianas e internacionais sobre a necessidade de ter um sistema de desumidificação instalado.

Da mesma forma, a dependência do plástico aumentou durante a pandemia mais do que nunca. Desde plásticos hospitalares à indústria de plásticos industriais, está havendo um aumento na demanda de todos os setores. Esse é mais um segmento que tem gerado uma grande demanda para o nosso negócio, já que contamos com uma grande variedade de sistemas de controle de umidade e soluções especialmente desenvolvidas para a indústria de plásticos. – Equipamentos para indústria de plásticos não é comercializado no Brasil

Como a Bry-Air se adaptou ao Novo Normal? Os negócios retornaram como era antes ou foram feitas algumas mudanças importantes?

Voltamos aos negócios 100% e mais do que fazer mudanças operacionais do ponto de vista de proteção e segurança, é a hora de se preocupar com a mudança na mentalidade das pessoas.

A incerteza ainda está lá, mas é hora de aprender a conviver com ela, se adaptar ao novo estilo de vida, fazer malabarismos com muitas funções já que a maior parte dos recursos à nossa disposição foram restringidos devido às normas do distanciamento social, aprendendo a usar a tecnologia em nosso benefício e aproveitando ao máximo o que temos agora, além de estar consciente das necessidades futuras da próxima geração.