Assistência e suporte técnico →

BLOG

Desumidificador mecânico ou dessecante: qual escolher na hora de comprar?

Conheça as principais diferenças, benefícios e desvantagens existentes nos modelos de desumidificador mecânico e desumidificador dessecante.

Entenda as principais diferenças entre os dois sistemas usados para remover a umidade do ar

Em diversos segmentos da indústria e de outras áreas de produção e armazenamento de produtos, é comum a utilização de equipamentos de desumidificação do ar. 

Essa medida é realizada para garantir um ambiente propício à conservação adequada do produto ou equipamento, além de evitar o surgimento de fungos e bactérias que se proliferam em ambientes úmidos. 

Contudo, ao pesquisar sobre o produto no mercado, você encontrará dois modelos e provavelmente fará o seguinte questionamento. 

Que modelo de desumidificar é o melhor: mecânico ou dessecante?

Fato é que para responder a essa pergunta é necessário primeiro conhecer cada modelo e observar a necessidade específica para seu uso. Afinal, cada um tem suas vantagens e desvantagens, considerando a finalidade.

Por exemplo, o desumidificador mecânico é mais comumente utilizado em ambientes residenciais e pequenos espaços comerciais, mesmo não sendo necessariamente o mais indicado. 

Já o desumidificador dessecante também poderá ser utilizado em pequenos ambientes comerciais/residenciais que requerem controle preciso de umidade, além de ser o mais indicado para ambientes industriais, agrícolas e hospitalares, sejam eles pequenos ou amplos.

Principais diferenças entre os modelos de desumidificadores:

Desumidificador mecânico
Este modelo utiliza o mesmo processo dos aparelhos de ar-condicionado, geladeiras e refrigeradores. 

A desumidificação mecânica consiste em fazer um volume de ar passar através de uma superfície fria (serpentina/trocador de calor) visando o resfriamento deste ar que por consequência irá ocasionar o processo de à condensação (mudança de estado da água de gasoso para líquido) para retirar o excesso de umidade do ar em forma de água. 

É esse motivo que esse tipo de desumidificador possui sempre um dreno ou reservatório para armazenar o líquido. 

Principais características do desumidificador mecânico:

  • Reduzida vida útil do equipamento em comparação com o dessecante;
  • Possui um dreno ou reservatório para acúmulo da água condensada;
  • Não há precisão da UR (umidade relativa) do ambiente; 
  • Menor investimento inicial;
  • Baixa manutenção;
  • Menor consumo de energia;
  • Não é recomendado para ambientes com temperaturas menores que 17 °C e maiores que 35 °C.
 
Desumidificador dessecante
Nesse equipamento, a umidade é removida através do processo de adsorção pela roda dessecante, que gira continuadamente. 

O ar úmido circula no equipamento passando pela roda dessecante, a qual retém a umidade excessiva do ar que, em seguida, é devolvido ao ambiente com a UR abaixo da condição desejada, permitindo o controle dentro de parâmetros adequados para o ramo de atividade. 

Simultaneamente a isso, ocorre o processo de reativação da roda, no qual o ar quente em contrafluxo expurga a umidade que havia sido adsorvida pela roda para fora do ambiente, sem a necessidade de reservatório para água, conforme a imagem ilustrativa a seguir.

 Principais características do desumidificador dessecante

  • Longa vida útil;
  • Controle preciso e digital segundo a necessidade da aplicação;
  • Ajuste automático para regular a UR da área conforme as condições ambientais;
  • Opera sem perda de desempenho em ambientes cuja temperatura varia entre 0°C até 45°C;
  • Alta performance em situações críticas e que exigem precisão;
  • Não há acúmulo de água em compartimento; 
  • Maior investimento devido à durabilidade;
  • Baixíssima manutenção.

Você sabia que há diferença entre absorção e adsorção?

Na absorção, a substância absorvida é embebida pelo meio absorvente. Ou seja, é o mesmo que acontece com uma esponja que absorve a água.


Já na adsorção, a substância fica apenas retida na superfície adsorvente, sem ser incorporada ao volume da outra.

Esquema Desumidificador Dessecante Bry Air

Em que tipo de ambientes o desumidificador dessecante é mais indicado

Considerando as características de ambos os modelos, fica evidente que o dessecante é o mais apropriado para as indústrias e negócios de diferentes ramos, considerando sua forma de operar, potência e a possibilidade de controle da umidade relativa do ar.

Veja alguns exemplos dos segmentos de mercado que utilizam os desumidificadores dessecantes e confira mais detalhes sobre os benefícios desse equipamento em cada um deles clicando nos links:

• Indústria alimentícia em geral 

• Indústrias de doces, chocolates e confeitos

• Câmaras frias e frigoríficas 

• Silos de armazenamento de grãos

• Caldeiras e turbinas 

• Hospitais

 

Para solucionar o problema de umidade em todos esses ambientes, a Bry-Air Brasil desenvolveu uma linha de desumidificadores compactos para atender as mais diversas necessidades de vazão em seu processo, com modelos que atendem aos mais diferenciados tamanhos de estrutura física.

Se você enfrenta problemas com o controle de umidade e precisa mitigar esse risco, conheça a linha de desumidificadores dessecantes da Bry-Air Brasil.

A Bry-Air é líder mundial há mais de 55 anos na produção de equipamentos de desumidificação de ambientes.

Siga a Bry-Air Brasil no Linkedin e Youtube